A lenda do Curupira é uma das mais famosas do folclore brasileiro, pois a excentricidade deste personagem é o que chama a atenção dos espectadores, em especial, crianças.

Além disso, ele é conhecido como o protetor da Amazônia, e foi criado pelos índios que aqui viviam antes de todas as outras nacionalidades.

Para que você conheça essa história, vamos contar mais sobre esta criatura interessante, e desta forma você saberá sobre um importante aspecto da cultura brasileira. Então, continue a leitura.

Quais são as características do Curupira?

Existem muitas variações da lenda do Curupira, e em cada uma delas ele tem características diferentes, como tom de pele. Mas existem coisas que se mantém, e são estas que vamos lhe dizer agora.

A principal característica do Curupira são seus pés virados para trás, que o ajudam a confundir e enganar caçadores.

Ele também tinha a estatura de uma criança, que muitas pessoas descrevem como sendo um anão, mas como ele adorava brincar com crianças, a segunda versão torna-se menos real.

Além disso, ele também é conhecido por seu cabelo longo e para cima, que imita uma chama de fogo (quando é vermelho), folhagens (quando é verde) e uma cachoeira (quando é azul).

origem do curupira
(Foto: Notícias ao Minuto)

O Curupira também tem os dentes diferentes, uma vez que são pontiagudos.

Mas, vale lembrar que esta é uma visão geral do Curupira, ou seja, a mais conhecida, uma vez que existem muitas variações.

O que não muda é que o Curupira é uma criatura mágica e não tem gênero definido, ou seja, não é menino e nem menina.

Por ser uma criatura mágica, se acredita que ele mude sua aparência, por esta razão existem diversas versões de sua aparência.

Origem do Curupira 

Não se tem a informação oficial de onde surgiu a lenda do Curupira, mas o que se sabe é que quando o Brasil foi colonizado, este personagem já era conhecido pelos índios.

Isto se comprova pelos escritos do padre jesuíta José de Anchieta, que dizia que o Curupira era “o demônio que acomete aos índios”.

O seu nome vem do tupi-guarani, onde “curu” faria menção a “curumim” e “pira” a “corpo”.

Mas, é importante saber que ele não era bem visto e aceito pelos índios, que tinham muito medo dele, por enganar e enfeitiçar as pessoas.

A Lenda do Curupira 

Agora que você conhece este personagem, vamos lhe contar a lenda do Curupira, que fique claro que não se trata de uma história e sim do que as pessoas acreditam que ele é e faz.

lenda do curupira
(Imagem: Youtube)

O Curupira é conhecido como o guardião e justiceiro das florestas, protegendo a flora e a fauna do lugar, em especial na Amazônia.

Sua aparência é inusitada, em especial por seus pés que são virados para trás, que ajudam a criatura a confundir os caçadores que virem lhe caçar, uma vez que seguirão o lado oposto ao dele.

Ele emite sons característicos, que remetem à mata e servem para assustar e assombrar aqueles que estiverem agredindo sua casa.

Na maior parte das histórias você o verá como um justiceiro, que não tem nenhuma intenção em fazer mal aos humanos, desde que eles não desrespeitem aos animais e à floresta.

A forma como ele se vinga é atraindo os exploradores para dentro da mata, usando o som que emite e seus feitiços que farão a caça ficar invisível, e lá ele os tortura ou mata.

Para agradá-lo e poder adentrar a floresta é preciso lhe entregar fumo ou cachaça, desta forma será possível entrar, desde que não tenha a intenção de agredir a mata.

Os índios não gostavam e tinham medo do Curupira porque acreditavam que ele raptava crianças, e ou as matava, ou levava-as para a mata para brincar e só as deixava retornar depois de sete anos, quando se tornavam adultas e não eram mais interessantes para a criatura.

A lenda diz que o Curupira é muito curioso, sendo este o seu principal ponto fraco, que pode ser usado pelos caçadores para conseguirem fugir dele.

Para pegar o Curupira os índios diziam que a única maneira era pegar uma corda e dar um nó na ponta, pois, como era muito curioso, o curupira ia tentar desatar o nó e podia ser pego, ou então os caçadores podiam se aproveitar desta situação para fugir.

História do Curupira Infantil

Conheça a história do Curupira na versão infantil:

Curiosidades e variações da lenda

Como dissemos anteriormente, existem diversas variações da lenda do Curupira, sendo que em alguns casos ele é retratado como um duende, em outros como um menino negro e careca com um machado na mão, entre muitas outras histórias.

Além disso, a versão sobre a personalidade do Curupira também varia de acordo com a fonte que a contou, uma vez que para quem agredisse as florestas ele era mau, enquanto para quem amasse a natureza ele era bom.

Outra variação que existe é pelo nome, que muitos acreditam que venha do tupi-guarani “Kuru’pir”, que significa “corpo cheio de bolhas”, que também abre espaço para uma nova lenda.

Mas, se tratando de curiosidades, você ficará surpreso em saber que a lenda é tão valorizada no Brasil que existe até data para comemorá-la e monumento em homenagem ao Curupira.

A data que comemora a lenda é dia 17 de julho, e você pode encontrar o monumento no Horto Florestal, que fica em São Paulo e foi inaugurado no dia da árvore, dia 21 de setembro.

Agora que você conhece esta lenda do Curupira com detalhes, passe-a para frente contando aos seus conhecidos, certamente todos gostarão do justiceiro das florestas.

Leia também: 

Deixe um comentário