Se você já ouviu a história de Alice no País das Maravilhas, certamente sabe que se trata de um conto lúdico, que mexe com a imaginação de todos que a ouvem.

Por esta razão, ela é muito usada para a educação infantil, pois não há nada melhor para ensinar aos pequenos do que trabalhar com a imaginação.

O interessante deste conto é que quando somos pequenos ele faz total sentido, mas ao crescermos parece uma imaginação bem fora da realidade, e a razão disto é que Lewis Carroll quis trabalhar com o funcionamento da mente infantil.

Neste artigo vamos contar a história de Alice, para que você possa relembrá-la e contá-la às crianças, que certamente aproveitarão muito este conhecimento.

Então, continue conosco e não perca nenhum detalhe, pois o País das Maravilhas te aguarda com muitos enigmas.

Personagens de Alice no País das Maravilhas

O autor de Alice no País das Maravilhas é Charles Lutwidge Dodgson, mais conhecido como Lewis Carroll.

Através dessa obra criou personagens como:

  • Alice;
  • Coelho Branco;
  • Rainha de Copas;
  • Chapeleiro Maluco;
  • Lagarta;
  • Gato de Cheshire;
  • Irmã mais velha da Alice.

Estes são os personagens mais relevantes para o desenvolvimento da história, lembrando que existem muitos outros encontrados no livro de Carroll.

alice no pais das maravilhas
(Foto: bigportal)

Em breve você poderá ler a história completa, assim será possível ver os personagens em ação e entender sua participação.

Resumo da história infantil 

Alice no País das Maravilhas conta a história de uma menina muito teimosa que detestava ter que ir com a sua irmã todos os dias estudar em uma colina.

Em um belo dia ela encontra um coelho branco e decide segui-lo, até que ele entra em um buraco e resolve entrar junto.

Quando entra vai parar no País das Maravilhas, e por lá vive muitas aventuras com o Chapeleiro maluco, e todos os outros personagens, tentando fugir da Rainha de Copas e voltar para o mundo real.

Leia também: João e Maria: história infantil

História completa de Alice no País das Maravilhas

Todo dia Alice ia com sua irmã mais velha para uma colina, onde elas estudavam e a menina ouvia uma história.

Alice não aguentava mais estudar todos os dias, pois aquilo havia se tornado um tédio para ela, então não prestava muita atenção no que sua irmã falava, e vivia viajando em sua própria mente.

Um dia um coelho branco vestido com roupas finas passou por ela com seu relógio dizendo:

– Ai, já é tão tarde, estou atrasado…

Alice fica muito curiosa, pois nunca havia encontrado um coelho como ele, então decide segui-lo por toda a floresta, até que o animal entra em uma toca no chão e a menina decide entrar para não perdê-lo.

Ao entrar na toca a menina vai caindo, caindo, caindo, caindo, parecendo que está em um lugar sem gravidade, com muitos móveis e objetos flutuando ao seu lado.

Ao chegar ao chão, Alice se depara com uma porta bem pequenininha e uma mesa na qual havia um frasco, com os escritos “Beba-me”, e assim ela faz.

Pouco depois Alice fica muito pequena e então consegue passar pela porta e logo em seguida avista o coelho, e persiste em segui-lo.

A menina corre por um jardim repleto de flores e plantas, observando que era do mesmo tamanho que os insetos, então logo grita:

– Estou cansada de ser tão pequena, quero voltar ao meu tamanho normal.

O coelho ouvindo Alice se assustou, confunde-a com sua empregada, então dá-lhe a ordem:

– Vá logo até minha casa buscar minhas luvas e meu leque, pois estou muito atrasado.

E como era muito curiosa, Alice vê esta situação como uma oportunidade para descobrir porque o coelho estava tão atrasado, e então parte até a casa dele.

Ao chegar na casa do coelho, Alice vê uma mesinha com um bolo em cima, com um bilhete “Coma-me”, e como estava faminta foi isto que a menina fez.

O que Alice não percebe é que aquele bolo a fez crescer demais, até ficar maior que a casa, e então o coelho a manda pegar o leque.

O que ela não sabia é que este leque era mágico e a fez diminuir, deixando-a bem pequena novamente.

historia de alice no pais das maravilhas
(Foto: sorrisi)

Alice sai chorando pela floresta, pois não sabia o que fazer para voltar ao tamanho normal, até que ouve uma voz:

– O lado esquerdo a faz diminuir, e o lado direito a faz crescer…

E quando olha, vê que se tratava de uma lagarta que fuma um cachimbo de água, e então pergunta:

– O que me faz crescer?

A lagarta respondeu:

– O cogumelo, basta comer o lado direito.

Assim a menina fez, voltando rapidamente ao seu tamanho normal, e então corre para alcançar o coelho, mas para, pois não sabe qual caminho seguir, e então diz:

– Que caminho devo seguir agora?

O gato risonho que estava próximo dali disse:

– Este caminho a leva para o Chapeleiro Maluco, e aquele para a Lebre de Março, siga que logo te vejo no Jogo da Rainha.

Alice não entendeu, mas resolveu seguir, até que avista uma mesa onde há a Lebre de Março, o Chapeleiro Maluco e um ratinho sentados, todos tomando chá.

Alice então resolve sentar-se com eles, mas logo a Lebre de Março protesta:

– Não tem mais espaço, não tem mais espaço!

Mas a menina fica indignada, pois havia muito espaço e se senta mesmo assim.

A conversa prossegue com a Lebre ditando enigmas sem sentido à Alice, até que ela se cansa e resolve seguir seu caminho.

Mais à frente ela encontra um campo, onde havia pessoas jogando críquete, com um flamingo como taco e um ouriço como bola.

Aquele jogo era o favorito da Rainha de Copas, que quando vê a menina, ordena que ela também jogue.

Alice sabia jogar críquete, mas estava com dó de bater no ouriço, então fica parada e não faz sua jogada.

A Rainha de Copas fica profundamente irritada e grita:

– Corte-lhe a cabeça!

Alice foi levada para um tribunal, onde a própria Rainha de Copas era a juíza, e então ela diz:

– Isto não é justo, certamente serei condenada se você me acusa e me julga.

Alice começa a sentir uma mão em seu braço e uma voz ao fundo dizendo:

– Acorde você já está dormindo há muito tempo…

E então a menina acorda e vê que tudo não se passava de um sonho, o qual conta para sua irmã que diz:

– Acho que estou lhe contando muitas histórias…

Depois disto elas voltam para casa e Alice avista um coelho branco no caminho, mas decide seguir em frente, pois nunca mais queria encarar as confusões do País das Maravilhas.

Conheça ainda: Branca de Neve e os Sete Anões: história, desenhos

Esta é a história de Alice no País das Maravilhas, aproveite seu aprendizado e conte para as crianças ou seus colegas, certamente será muito divertido.

Leia também:

Deixe um comentário