Parlendas: o que são, características e exemplos

Parlendas, essa palavrinha talvez não seja conhecida por muitas pessoas, mas certamente você já ouviu e falou alguma parlenda em sua infância.

Neste artigo mostraremos a você o que são parlendas e te mostraremos o mais variados tipos existentes.

Continue nos acompanhando e aprenda mais sobre este tipo tão falado em nossa cultura.

O que é parlenda? 

Sabe aquelas musiquinhas infantis bem rapidinhas que geralmente são usadas para distrair os pequeninos? Então, estas são as parlendas.

Desde muito pequenos os brasileiros são acostumados a ouvir e recitar versinhos em ritmo para brincar e interagir. Parlenda

Talvez você pense que estas são apenas cantigas para crianças, mas saiba que fazem parte do Folclore, devido sua importância à cultura do país.

As parlendas são passadas por décadas, de geração em geração, ajude você a perpetuar este costume e ensine às crianças do seu convívio.

Características das parlendas 

Embora se pareçam com cantigas, as parlendas se diferem por algumas características, veja quais são elas agora.

A primeira diferença é que as parlendas não são lidas com ritmo musical, e sim como poemas.

Não existe uma melodia para recitar as parlendas, basta dizer os versinhos.

Além disso, as rimas são comuns, além de os assuntos geralmente serem lúdicos e mexerem com o imaginário dos pequenos.

Agora você poderá diferir parlendas de cantigas!

Onde são usadas as parlendas?

As parlendas podem ser usadas em todos os lugares que crianças estejam presentes.

O intuito de recitá-las é distrair e entreter os pequenos, por isso até mesmo em consultórios médicos elas podem ser ditas.

Mas, em geral, se vê este tipo literário em livros infantis e murais escolares.

Estes são os lugares mais tradicionais para colar as parlendas na memória das criancinhas.

Tipos de Parlendas 

Como já dissemos, as parlendas sempre são usadas com a intenção de ensinar uma criança, por isso existem vários tipos.

Cada uma delas pode passar um tipo de ensinamento, basta escolher o qual quer para sua criança.

parlendas populares

Além disso, você também pode separar as grandes das pequenas, para ir ensinando-as gradativamente.

Conheça também, mais sobre o conto de O gato de botas!

Exemplos de parlendas 

Para que você entenda definitivamente o que são parlendas te daremos alguns exemplos. Veja agora:

1 -Uni Duni Tê

Uni Duni Tê
Salamê Minguê
O sorvete colorê
Escolhido foi você

2 – Quem Cochila

Quem cochicha
O rabo espicha
Come pão com lagartixa

3- Janela Janelinha

Janela Janelinha
Porta Campainha
Ding Dong!

Parlendas pequenas e curtas

 As mais comuns de serem ditas são as parlendas curtas, por serem mais fáceis de decorar.

Separamos alguns exemplos para você incluir em seu repertório.

Serra serra serrador

Serra serra serrador
Serra o papo do vovô
Se não serrar direito
Vai serrar o da vovó

Enganei um bobo

Enganei um bobo
Na casca do ovo

Tá com frio?

Tá com frio?
Toma banho do rio
Tá com calor?
Toma banho com regador

Parlendas engraçadas 

Existem parlendas que são usadas pelas crianças para pegar no pé umas das outras, veja alguns exemplos.

O macaco foi à feira

O macaco foi à feira
Não sabia o que comprar
Comprou uma cadeira
Para a comadre se sentar
A comadre se sentou
A cadeira esborrachou
Coitada da comadre
Foi parar no corredor

Foi namorar

Foi namorar
Perdeu o lugar

Eu sou pequena

Eu sou pequena
Da perna grossa
Vestido curto
Papai não gosta

Parlendas populares 

Tem parlendas que nunca esqueceremos e que sempre serão ditas, independente da geração.
Olhe alguns exemplos:

Amanhã é domingo

Amanhã é domingo, pé de cachimbo
O cachimbo é de ouro, bate no touro
O touro é valente, chifra a gente
A gente é fraco, cai no buraco
O buraco é fundo, acabou-se o mundo

Lá em cima do piano

Lá em cima do piano
Tem um copo de veneno
Quem bebeu morreu
E o culpado não fui eu
O azar foi seu

Um, dois, feijão com arroz

Um, dois, feijão com arroz
Três, quatro, feijão no prato
Cinco, seis, falar inglês
Sete, oito comer biscoito
Nove, dez comer pastéis

Parlendas para alfabetização 

Conversamos sobre as parlendas serem parte do Folclore brasileiro, e sendo assim, são excelentes para ensinar e alfabetizar crianças.

Certamente suas culturas serão muito mais enriquecidas depois de aprenderem e recitarem parlendas.

Suco gelado

Suco gelado
Cabelo arrepiado
Qual é a letra
Do seu namorado?

Esta parlenda pode ensinar as crianças a decorarem o alfabeto.

Um elefante

Um elefante incomoda muita gente
Dois elefantes incomodam, incomodam muito mais
Três elefantes incomodam muita gente
Quatro elefantes incomodam, incomodam, incomodam, incomodam muito mais
(Continua)

Esta pode ensinar as crianças a contarem e aprenderem sobre multiplicação.

Parlendas nordestinas


Muitas parlendas surgem no nordeste, local de linguagem muito rica.

Depois de ficarem famosas por lá, acabam se espalhando pelo resto do país, alastrando toda a cultura nordestina pelo Brasil. Veja alguns exemplos:

Toucinho

Cadê o toucinho que tava aqui?
O rato comeu?
Cadê o rato?
O gato comeu
Cadê o gato?
Fugiu pro mato
Cadê o mato?
O fogo queimou
Cadê o fogo?
A água apagou
Cadê a água?
O boi bebeu
Cadê o boi?
Foi amassar trigo
Cadê o trigo?
A galinha espalhou
Cadê a galinha?
Foi botar ovo
Cadê o ovo?
O padre comeu
Cadê o padre?
Foi rezar a missa
Cadê o caminho da missa?
Por aqui, por aqui, por aqui

Pinguelinha

Fui passar na pinguelinha
O chinelinho caiu do pé
Os peixinhos reclamaram
Que cheirinho de chulé

Batatinha

Batatinha quando nasce
Se esparrama pelo chão
Menininha quando dorme
Põe a mão no coração

É possível notar uma linguagem muito rica nestes versinhos, que mostram uma linda cultura. Neste artigo ensinamos a você sobre as parlendas.

Assista um vídeo com diversas parlendas que o site Palavra Cantada disponibilizou: 

Esperamos ter lhe ajudado a conhecer mais sobre essas rimas tão importantes para o Folclore brasileiro. Aproveitamos para lhe indicar nossa matéria sobre trava lingua do folclore.

 

O Gato de botas: história, resumo

O gato de botas é uma clássica história infantil que inspira crianças há algumas décadas.

Por meio do conto, os pequenos aprendem sobre coragem, honestidade a ainda têm a imaginação aperfeiçoada.

É muito importante para o desenvolvimento cognitivo exercitar o pensamento lúdico, e isto pode ser feito por meio das clássicas historinhas que mesclam fantasia com realidade.

Se você lida com crianças em seu cotidiano, seja no trabalho ou até mesmo em casa, vale a pena investir neste método para ensiná-las.

Aprenda em nosso artigo sobre a história do Gato de botas, que pode ser encontrada até mesmo em filmes.

Depois de aprender, mostre aos pequenos, certamente vão gostar.

Quem é o gato de botas?

O Gato de botas é como o próprio nome sugere um gato que usa botas.

Mas não se resume apenas a isto, este é um personagem muito carismático e com personalidade marcante.

Além de esperto, o bichano é amante das gatinhas, não pode ver uma que já está atrás.

Por meio da esperteza, está sempre atrás de obter vantagem por meio de roubos. Embora isso pareça ruim, o motivo para usar estes métodos é o fato de desejar ajudar sua mãezinha adotiva.

Desde pequenino foi adotado por ela, e cuidado com muito amor, mesmo que sua mãe não tivesse condições financeiras para isso.

O desejo do protagonista é retribuir os esforços de sua mãe, e para isso torna-se um dos maiores ladrões do mundo.

Qual é o nome do Gato de Botas?

Por ser famoso, o Gato de botas recebeu esse nome artístico em sua cidade.

Não se tem informações sobre o seu nome verdadeiro, já que ele foi adotado quando pequeno.

Porém, sua mãe adotiva o chama de Pequeno.

Qual é o nome do ovo do Gato de botas?

Quando foi adotado, um dos primeiros amigos que teve foi um ovo chamado Humpty Dumpty.

Este tinha problemas de socialização e sofria na mão de outras crianças. Vendo isto, o gato se aproximou, para protegê-lo e ser seu amigo.

Humpty sofreu tanto que sempre desejou vingança do povo de sua cidade, o que assustava o amigo, porém, seguia a amizade.

Na história Humpty representa uma parte mal resolvida da vida do gato, que mais tarde volta para assombrá-lo.

Personagens da história do Gato de botas

Além do gato e do ovo existem outros personagens na história, falaremos um pouco sobre cada um deles agora.

personagens o gato de botas
Foto: Tudogato  

Mãe do gato: É uma pessoa bondosa e dedicada a cuidar de crianças abandonadas.

Sempre imaginou um futuro honesto e brilhante para seus filhos, mas por acontecimentos inesperados, acaba se decepcionando com as atitudes do gato.

Kitty Pata-Mansa: Esta é uma bela gatinha que trabalha pegando objetos com suas mãos leves. Ela prende a atenção do gato, pois pela primeira vez o bichano vê alguém tão esperto quanto ele.  Durante a história estes dois renderão boas cenas.

Jack e Jill: Estes dois são assassinos profissionais que estão em posse dos feijões mágicos, tão desejados pelo gato.

Mexer com esta dupla é muito perigoso, pois não têm piedade de ninguém e fazem de tudo para protegerem seus bens.

Resumo do Gato de botas

Agora que você conhece melhor os personagens, veja um resumo da história.

O Gato de botas é um felino que vive em Santiago de Compostela, na Espanha, por meio de seus roubos. Quando pequeno foi adotado por uma mulher muito bondosa que cuidava de crianças abandonadas, com muito amor.

Seu amigo de infância era Humpty Dumpty, um ovinho perseguido por outras crianças, por ser diferente. Em razão da violência e isolamento que sofria, Humpty guardou muito rancor em seu coração e durante toda sua vida planejou se vingar da cidade.

Quando notou que o amigo já não era mais tão bondoso, o gato tentou alertá-lo, porém foi em vão. Em uma ocasião, o ovo planeja um atentado contra a cidade e o gato o impede, tornando-se herói e levando o amigo para a cadeia.

Durante muitos anos não teve notícias do amigo, mas ainda tinha o sonho de dar uma vida melhor à mãe. Por isso, pensava em usar os feijões mágicos para roubar o tesouro do pé de feijão e enriquecer, beneficiando a mãe e todos da cidade.

Um dia, em um bar ficou sabendo que os feijões estavam com um casal de assassinos chamados Jack e Jill. Para pegá-los, conta com a ajuda da gata Kitty Pata-mansa, com quem no início tem um relacionamento difícil, mas no decorrer do filme isso melhora.

Os dois batalham muito para conseguir os feijões, porém o que o gato não sabe é que o mandante de Kitty é Humpty.

No início ele não concorda em ajuda-lo, mas depois de muita chantagem emocional, concorda em colaborar, desde que ele contribua com a cidade.

O desenrolar da história se dá pelas aventuras que o trio enfrenta para conquistar os feijões, cada qual com seu objetivo.

No fim da história Kitty e o Gato passam a gostar um do outro, e a mãe do bichano o perdoa pelos atos errados.

Este é apenas um resumo, para que não seja perdida a graça de ler a história e ver o filme.

Existem algumas versões diferentes para o conto, mas em todos a personalidade do protagonista se mantém única e apaixonante.

Caso deseje mais detalhes, assista ao filme da Dreamworks, lançado em 2011. Com uma animação impecável, o filme é excelente para ensinar e entreter desde crianças até adultos.

Você também poderá procurar versões da história na internet para contar aos pequenos, existem várias. Veja também nosso artigo que fala sobre Trava Lingua do Folclore.

Neste artigo você conheceu a história de o Gato de botas, esperamos que o conteúdo tenha sido valoroso a você e ao seu conhecimento.

Trava língua do Folclore

Além de divertido, o trava língua do folclore são uma excelente maneira de melhorar a dicção tanto de adultos, quanto de crianças. Por meio da descontração, é possível melhorar a pronúncia de palavras, uma vez que a língua é treinada durante o jogo.

Além disso, todo trava língua ensina sobre o folclore, pois são recheados de informações culturais.

Se você lida com crianças, saiba que este método pode te ajudar a educar, entreter e melhorar a fala delas. Neste artigo mostraremos com detalhes o que é um trava língua e te daremos algumas dicas para brincar com suas crianças, ou até mesmo sozinho.

Continue conosco e aprenda sobre essa técnica interessante.

O que é um trava língua?

Antes de começar, é necessário saber o que é um trava língua, para assim elaborar o seu.

Um trava língua é basicamente um jogo de palavras de difícil pronúncia em conjunto.

Isso quer dizer que existem sequências de palavras que confundem a dicção e causam o efeito de língua travada, pois não se consegue pronunciar a sentença.

A diversão se dá ao tentar pronunciar o jogo de palavras rapidamente, sem se confundir ou trocar a ordem das sílabas das palavras.

Por exemplo, tente dizer o seguinte trava língua rapidamente:

Trigo

Um prato de trigo para três tigres tristes.

Certamente você confundiu e acabou dizendo algo parecido com: “Um prato de trigo para três trigres tistes.” Esta é a graça do trava língua, acabamos dizendo palavras que não existem pela rapidez ao falar.

Para que serve um trava língua?

Na introdução do artigo falamos como você pode usar os trava línguas, agora vamos dar detalhes. Este jogo de palavras é excelente para treinar a dicção e a pronúncia de palavras, pois durante a prática a língua aprende a produzir os sons certos por meio de movimentos precisos.

É comum vermos crianças com dificuldades de fala, pois ainda estão aprendendo e a língua não conhece todos os movimentos para dizer tudo corretamente. O uso de trava língua pode acelerar o processo de aprendizagem, e não pense que apenas na escola isso pode ocorrer.

Em casa você também pode ensinar suas crianças por meio de conversas divertidas. Além de melhorar a capacidade fonética dos pequenos, sua relação com eles fica ainda mais próxima. Experimente!

Tipos de trava língua

Existem tipos de trava língua, que podem ir do nível mais fácil ao mais difícil. O grau de complexidade depende do número de palavras a serem ditas em sequência.

Por exemplo, o trava língua “chão sujo, casa suja” é considerado fácil, pois a pessoa precisa dizer apenas duas frases. Se partirmos para algo mais elaborado como “três pratos de trigo para três tigres tristes”, a dificuldade aumenta, pois a língua precisa se movimentar mais.

trava linguas

Basicamente, podemos classificar os trava línguas por “fácil”, “médio”, ou “difícil”, de acordo com seu número de palavras. O bom disso é que caso você esteja iniciando ou esteja ensinando uma criança, poderá iniciar pelo nível mais fácil e avançar para o nível mais complexo.

Desta forma a aprendizagem é progressiva, o que torna a assimilação mais fácil.  Forme seu treino levando os tipos de trava língua e aperfeiçoe sua fala ou a de sua criança.

Trava língua do Folclore Brasileiro

Não se engane ao pensar que o trava língua do folclore é apenas uma brincadeira, pois o mesmo faz parte do Folclore brasileiro. Podemos dizer que faz parte do Folclore pois, cada jogo de palavras é repleto de informações culturais. Além disso, fez e ainda faz parte da infância de praticamente todos os brasileiros, e tradições de infância têm um grande valor.

Durante os primeiros anos da escola as crianças brincam e fazem desafios entre si para ver qual delas consegue reproduzir o trava língua sem erros e rapidamente. Embora pareça apenas uma brincadeira, isto as ensina desde a pronúncia de palavras, até a conhecerem dizeres culturais.

Por exemplo, ao reproduzirem o jogo de palavras “o sabiá não sabia que o sabiá sabia assobiar”, as crianças podem conhecer esse passarinho tão tradicional em nosso país. Além disso, elas sabem que o canto do sabiá parece com um assobio, logo quando ouvirem, saberão de que pássaro se trata.

Outro ponto positivo para o Folclore brasileiro, é que geralmente os trava línguas trazem um conteúdo lúdico, logo estimulam a imaginação daqueles que o dizem. Conhecendo estes benefícios dos trava línguas, certamente a inclusão em sua rotina será um sucesso e o aprendizado das crianças agradece.

Travas línguas para você reproduzir

Agora que conhece com mais afinidade os trava línguas, que tal um desafio? Separamos a você alguns deles, divididos de acordo com seu nível de dificuldade.

Reproduza e ensine os pequenos, certamente serão momentos de muita descontração e diversão.

o rato

Trava língua fácil

A Babá

A babá boba bebeu o leite do bebê.

Teto Sujo

Teto sujo, casa suja.

Paca

Quem paca cara compra, paca cara pagará.

Pé do Pedro

O peito do pé de Pedro é preto.

O Rato

O rato roeu a roupa rica do rei de Roma.

A Aranha

A aranha arranha a jarra, a jarra arranha a aranha.

Limão

Um limão, mil limões, um milhão de limões.

O prego

Pedro pregou um prego na porta preta.

Caixa de graxa

Caixa de graxa grossa de graça.

A Porta

Atrás da porta torta tem uma porca manca.

Trava Línguas médio

Paralelepípedos

A rua de paralelepípedos é toda paralelepipedada.

O Papa

Se o papa papasse papa, se o papa papasse pão, se o papa papasse tudo seria um papa papão.

A Liga

Se a liga me ligasse eu até ligaria a liga, mas como a liga não me liga pouco ligo pra liga.

Sapo no saco

Olhe o sapo dentro do saco, o saco com o sapo dentro, se o sapo não tivesse dentro do saco, o saco não estaria com o sapo dentro.

A vaca molhada

A vaca malhada foi toda molhada por outra vaca malhada e molhada.

O gato escondido

O gato escondido com rabo de fora tá mais escondido do que o rabo escondido com o gato de fora.

Farofa

Farofa feita com farinha fofa faz fofoca feia.

Hera era

Quem Hera era? Hera era a mulher de Zeus.

Cacá quer

O que Cacá quer? Cacá quer caqui. Qual caqui Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.

O Faria

Se o Faria batesse no Faria, o que o Faria faria ao Faria?

Trava língua difícil

O Princípio

O princípio principal do príncipe principiava principalmente no princípio principesco da princesa.

Maria Molde

Maria-mole é molenga, se não é molenga não é Maria-mole. É coisa malemolenta, nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.

O Bispo

O bispo de Constantinopla é um bom desconstantinopolitanizador, quem o descontantinopolizar, com desconstantinopolitanizador será.

Ninho de mafagafos

Em um ninho de mafagafos, há cinco mafagafinhos, quando a mafagafa mafagafa, os mafagafinhos mafagam.

Ninho de carrapatos

Um ninho de carrapatos é cheio de carrapatinhos, um bom descarrapatizador o descarrapateará.

 

Esperamos que tenha gostado do nosso artigo sobre trava língua do folclore. Treine com suas crianças e tenha momentos divertidos com esta atividade cultural e benéfica ao conhecimento.